Treinar a mente em momentos de reclusão para manter o controle

abr 15, 2020  |  por Gustavo Borges

Todo mundo acabou sendo surpreendido com essa imposição de ter de ficar em casa, e é por isso que treinar a mente acabou se tornando uma das coisas essenciais a se fazer.

A lógica, claro, é simples: quando se fica enclausurado, as opções de atividades, físicas ou não, são drasticamente restringidas. Então, é hora de colocar a cabeça para funcionar.

Algumas pessoas, eventualmente, têm mais opções do que as outras. E isso é normal, não há muito que se possa fazer. Mas o essencial é ter criatividade e, principalmente, proatividade na hora de encontrar as soluções.

Por isso que treinar a mente para fazer o que é necessário é algo mandatório. Em muitos aspectos. Tanto no que diz respeito ao controle da ansiedade como no entendimento do momento e na busca de escapes para manter o bom humor.

Afinal de contas, pense comigo:

  • Ficar trancado em um lugar te impede de fazer atividade física da maneira ideal.
  • Faz com que você se isole do mundo exterior.
  • Impõe uma rotina forçada.
  • Cria um ambiente de convívio intenso com as mesmas pessoas o tempo inteiro.
  • Traz uma incerteza grande em relação a quando tudo voltará ao normal.
  • Eventualmente, pode vir acompanhado de dificuldades financeiras.

São alguns motivos, mas essenciais, para que você comece a, de uma vez por todas, permitir que a sua mente domine algumas ações.

Nem sempre é fácil, evidentemente. O ser humano é movido por impulsos e, às vezes, age mesmo sem pensar corretamente. 

Mas pode acreditar no que vou dizer agora: na maioria das vezes, dá, sim, para parar, pensar, respirar fundo e tomar a decisão correta.


Primeiro passo para treinar a mente

Primeiramente, tenha tranquilidade no momento de tomar decisões. Mas muita tranquilidade.

Quando se faz as coisas por impulso, a chance de fazer de qualquer jeito, erroneamente ou de uma maneira não ideal, é grande. 

Pelo contrário, quando se pensa com calma, você tem uma tendência a tomar decisões muito mais assertivas.

É até natural, não é mesmo, pensar assim?

Parece uma dica boba e infantil, eu sei, mas, salvo você ser um buda, pode acreditar: você toma decisões aceleradas e precipitadas, sim!

O problema é quando isso acontece com muita frequência ou nos momentos mais importantes. Uma coisa é definir qual molho colocar na sua salada, outra coisa é decidir uma ação fundamental para o dia. Com o perdão da comparação, claro.

Portanto, comece a exercitar isso. Vou reforçar o que acabei de colocar aqui: pode parecer uma dica simples e até mesmo desnecessária, mas não é!

Quando se para e pensa antes de fazer as coisas, toma-se decisões mais acertadas. Acredite nisso.

Aliás, mais do que isso: como eu disse, treine. Coloque isso na sua rotina. 

Daqui para a frente, antes de comprar alguma coisa, se pergunte se precisa, mesmo, daquilo.

Antes de comer mais e mais, questione-se se precisa, mesmo, fazer isso.

Antes de pular o treino porque está cansado ou prefere ficar no sofá assistindo a sua série favorita, raciocine profundamente o impacto que aquilo terá para você. O quão você estará sabotando seu objetivo de ter mais saúde, ficar em forma, perder peso, conseguir o corpo que deseja… Cada um tem seu motivo, e você tem o seu.


Treinar a mente, claro, é mais do que isso

Depois de colocar um ponto que eu acho fundamental, posteriormente, dá para listar algumas ações bacanas para você começar a treinar a mente para ter mais controle das coisas em situações extremas, como um confinamento.

  1. Organize-se
    Isso é essencial. Porque você mantém a situação sob controle. Defina o horário em que vai acordar, trabalhar, fazer refeições, parar de trabalhar. Ajuste o treino que puder fazer em casa a essa rotina. Vai acordar mais cedo para malhar? Ou fará isso no fim do dia? Se precisar de ajuda para se organizar, use uma planilha de Excel, a agenda do Google, do iPhone, qualquer ferramenta disponível por aí.

  2. Não procrastine as coisas
    Quando se está em casa, é normal dizer o clássico: “Depois eu resolvo. Vou ver esse filme aqui rapidinho e…” Fuja disso! Não procrastine as coisas que se dispôs a fazer. Vá lá e faça!

  3. Crie metas
    Diga para você mesmo as coisas que tem de fazer. E cumpra. Se é treinar três vezes por semana em casa, treine. Caso seja comer melhor, coma. Se for evitar desviar o foco do trabalho, evite. Mas se cobre. Você tem de ter a percepção de que está realizando o que se dispôs.

  4. Descanse
    Este é ESSENCIAL. O cérebro se cansa, como um músculo do seu corpo. E precisa ser desligado, de vez em quando. Por isso, descanse. Durma bem. Se são oito horas, nove horas que você precisa por noite, faça isso.

  5. Comemore
    Sim, comemore. Quando um dia difícil de trabalho terminar, permita-se relaxar um pouco. Sente-se no sofá, deite-se na rede, leia um livro, veja um filme, tome uma taça de vinho. Tudo com responsabilidade e na hora certa. Esses “prêmios” são essenciais para a cabeça mostrar para o corpo que o planejamento, enfim, foi bem feito e está sendo cumprido.


Faça isso constantemente

Essas dicas são gatilhos para treinar a mente para o dia a dia. Mais uma vez, principalmente quando a situação fica mais extrema e desconfortável, como em uma quarentena.

É muito importante, claro, nos preocuparmos com a parte física da saúde. Mas aquela famosa frase “mente sã, corpo são” não é por acaso. 

Quando você controla as ações, pensa com tranquilidade e assume o controle, o restante flui. Surpreendentemente, você consegue se organizar para deixar situações desconfortáveis mais acessíveis.

Coloque esses pontos em prática. Não tenho dúvida de que você vai perceber a diferença. Dessa maneira, você vai minimizar os efeitos negativos de ser proibido de cumprir a rotina com a qual estava acostumado e, quando voltar à ativa normalmente, terá meio caminho andado para a completa recuperação.

LEIA TAMBÉM:

Cuidados em épocas de crise como a do coronavírus

Os segredos de um bom planejamento para a transição de carreira

eBook “Atitude de Campeão”: clique aqui para baixar

  • Copyright © 2019

  •    •   
  • feito por F E R A