8 principais tipos de liderança + como ser um bom líder

jun 27, 2022  |  por Gustavo Borges

Receba conteúdos com exclusividade

Apenas para profissionais que desejam atingir EXCELÊNCIA

Na minha transição de carreira de atleta para empreendedor, havia muitos assuntos que eu não conhecia totalmente. Entre eles, questões relacionadas aos tipos de liderança e como ser um bom líder. 

Eu já havia exercido liderança com as pessoas que treinavam comigo, mas sabia que precisava aprender mais. Precisei buscar muitos centésimos de segundo para melhorar esse aspecto, para liderar o meu time e ter crescimento nos negócios. 

E, conforme fui atrás desse conhecimento, descobri que identificar os estilos de liderança é um tópico estudado há décadas, com muitos embasamentos teóricos criados para explicar o comportamento de grandes líderes e personalidades.

Mas, dentro dessas possibilidades, o que realmente me interessava não era apenas entender os tipos de lideranças, mas também compreender o que significa ser um bom líder. Mais do que isso: o que é necessário fazer, em termos de conhecimentos e competências, para alcançar esse patamar.

Neste conteúdo, decidi reunir pontos essenciais que envolvem toda essa discussão, desde o que faz de alguém um líder de excelência até qual é o melhor estilo de liderança. Quer saber mais sobre o assunto? Então, vem comigo! 

Qual o perfil de um bom líder?

Uma das frases de Simon Sinek, uma das principais referências quando o assunto é liderança, diz que o líder é aquele que trabalha para ver as pessoas crescerem. É exatamente nesse tipo de liderança que eu acredito.

Isso vai muito além de ter um cargo ou uma posição dentro da empresa. O bom líder compartilha conhecimentos e experiências com o objetivo não apenas de alcançar bons resultados, mas também para contribuir para a evolução das outras pessoas.

Como disse Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia:

Para mim, liderança não significa necessariamente ser o mais barulhento na sala, mas, sim, ser a ponte ou o que está faltando na discussão e tentar construir um consenso a partir daí.

E, assim como outras habilidades, é possível desenvolver a liderança. Afinal, ela não é um dom, como muitas pessoas acreditam. Ninguém nasce líder, mas é possível se tornar uma pessoa capacitada para motivar e inspirar os outros por meio do seu papel.

Falei um pouco mais sobre como ser um bom líder neste vídeo. Aperte o play e confira:

Mas, como você verá a seguir, não existe apenas um tipo de líder. Até mesmo porque, considerando a pluralidade de pessoas, segmentos e empresas, acreditar nisso seria simplista demais.

Além disso, pode ser que você se identifique com alguma das características da liderança democrática, mas discorde de outras, por exemplo. Não tem problema. Esse não é um checklist para ver onde você se encaixa, mas deve servir como base de conhecimento para que você defina que tipo de líder quer ser.

E, dentro disso, é possível se inspirar em aspectos particulares dos diferentes estilos de liderança. O importante é que esse conteúdo te inspire a ser um profissional e um líder cada vez melhor, alcançando a gestão de alta performance.

Quais são os tipos de liderança? 8 estilos diferentes

1. Liderança autocrática 

A liderança autocrática é um dos estilos mais atuantes nas organizações. Ela é baseada na centralização total da autoridade, ou seja, o líder é o responsável por todas as tomadas de decisões.

Essa é uma liderança focada no líder, na qual a equipe não tem muita voz, atuando  apenas para executar as atividades para alcançar os resultados esperados.

Não à toa, esse é um estilo que possui grandes desvantagens. Os liderados costumam se sentir frustrados. Além disso, normalmente, há uma intensa tensão no clima organizacional e os colaboradores fazem as tarefas apenas quando o “chefe” está presente. 

Dica de leitura: Ações de bem-estar no trabalho: 9 dicas para melhorar a qualidade do ambiente corporativo

2. Liderança democrática

Diferentemente do tipo anterior, a palavra-chave da liderança democrática é equilíbrio. Isso porque as decisões são tomadas em conjunto, além de ser um ambiente mais agradável para compartilhar ideias e dar opiniões.

Neste caso, o líder age como um facilitador dos processos, pois está disposto a ouvir o que os colaboradores têm a dizer e, principalmente, ajuda a desenvolver soluções.

Algumas das principais vantagens desse tipo de liderança são  o engajamento, o senso de pertencimento e o aumento da produtividade, já que é um estilo que favorece o bom relacionamento entre a equipe.

3. Liderança liberal

O ênfase dessa liderança está no liderado. É considerada uma forma menos intrusiva de comandar a equipe, já que ela dá mais autonomia e permite que os colaboradores ajam sem a necessidade constante de autorização.

Exatamente por isso, exige que o time seja altamente responsável. Afinal, por mais que o time seja bem-intencionado, a ausência do líder pode diminuir a produtividade ou prejudicar o desempenho do trabalho.

Então, apesar de ter grandes vantagens em relação à confiança que você tem na equipe, esse estilo também pode trazer alguns desafios se a ausência for muito longa. 

Já falei anteriormente que sumir e deixar os colaboradores resolverem os próprios problemas, às vezes, pode trazer bons resultados. Essa autonomia pode ser extremamente positiva. 

Contudo, é necessário equilíbrio e bom senso para que a ausência não seja extrema. Afinal, o seu papel, como líder, ainda deve ser o de desenvolver a equipe.

4. Liderança diplomática

O líder diplomático é um estilo que evita conflitos a qualquer custo. Por isso, costuma se adaptar bem a qualquer realidade ou novas normas, se preocupando apenas em alcançar os resultados, independentemente das circunstâncias.

Apesar de ser um líder que consegue criar ambientes de trabalho agradáveis, pode ser difícil para ele manter o total controle ou atender às demandas dos liderados, exatamente por sempre tentar evitar conflitos.

5. Liderança paternalista

É necessário ter atenção com a liderança paternalista, já que pode se revelar com ambiguidade. Em um primeiro momento, esse estilo pode parecer positivo, pois o líder costuma criar boas relações com a equipe.

Entretanto, a postura do líder paternal tanto pode ser permissiva, como no exemplo liberal, quanto extremamente rigorosa, como na liderança autocrática. Isso pode ser visto como falta de profissionalismo, além de afetar a autoconfiança dos colaboradores.

6. Liderança situacional

A liderança situacional está associada à mudança estratégica de ações de acordo com as situações cotidianas. Ou seja, o líder adota comportamentos diferentes dependendo da circunstância.

Esse tipo de liderança exige grande inteligência emocional e maturidade do líder.  Contudo, é necessário ter atenção para que as mudanças repentinas de estilo não afetem o relacionamento com a equipe.

7. Liderança transformacional

Um dos principais focos da liderança transformacional é que o líder seja o maior exemplo para a equipe. Ele deve incentivar, inspirar e, principalmente, capacitar o time para que ele alcance resultados de alto desempenho.

Costuma ser um tipo de liderança muito procurada pelas corporações, já que sabe como motivar a equipe e, com esse engajamento, normalmente entrega bons resultados.

Uma das principais vantagens desse estilo é que o líder dá voz aos liderados, valoriza a conexão com a equipe e aumenta a retenção de talentos.

8. Liderança estratégica

Este tipo de liderança foca nas necessidades da empresa em alcançar bons resultados. Ou seja, deseja desenvolver uma equipe de alta performance, se mantendo sempre atenta ao mercado e ao segmento que está inserido.

Para isso, além de ter uma boa visão estratégica, age com inteligência em cenários de mudança e conhece muito bem o grupo, conseguindo extrair o melhor de cada um. Mas, por ser muito estrategista, pode também ser visto como alguém frio e calculista.

Qual é o melhor estilo de liderança?

Não existe resposta pronta sobre o melhor tipo de liderança. Afinal, diferentes pessoas podem se adaptar melhor a diferentes estilos. 

Ou, até mesmo, pode ser que você decida por uma característica que gostou de cada tipo para compor a sua liderança. 

Como falei, o objetivo aqui não era dar respostas prontas, mas, sim, mostrar que não existe um único jeito de fazer as coisas nem mesmo de liderar. Mas, a partir do momento que você tem em mãos esse conhecimento, consegue adaptá-lo para a sua realidade e tirar melhor proveito do que aprendeu.

E, mais do que isso, você consegue ser um melhor líder para a equipe. Na verdade, uma dica que eu posso dar é: seja o líder que você desejaria ter. Essa é uma das principais maneiras de entender como um bom líder deve agir.

Mas, para mim, algo que todo líder deve fazer é isso: motivar, incluir e, às vezes, sumir.

Tweet de @gusborges: "3 papéis do líder para desenvolver seu time: Motivação - foco no esforço, na atenção e na inspiração do grupo; Desenvolva pertencimento - através de um ambiente seguro, onde se pode falar abertamente; Desapareça de vez em quando - tenha confiança no seu time. Concorda?"

Assim, independentemente do seu tipo de liderança, você cria um grupo inspirado, engajado, que sabe trabalhar bem em equipe e possui autonomia. Esse é um dos principais segredos para desenvolver um time de alta performance.

Fique por dentro de muitas dicas para auxiliar no seu desenvolvimento de liderança e no crescimento da sua equipe. Dê mais um passo na motivação e leve seu time à excelência com uma palestra que inspira.

  • Copyright © 2019

  •    •