3 áreas de atenção para sua gestão de tempo

jan 26, 2021  |  por Gustavo Borges

Gestão de tempo sempre foi algo muito discutido, e temos muita literatura que ajuda as pessoas a melhorar a sua gestão. É incrível como, mesmo com tanta informação, muitas pessoas não sabem como controlar o próprio tempo.

Gestão de tarefas, organização, concentração, foco… Seja a falta de um deles ou um problema em uma dessas áreas, a nossa gestão do tempo vai embora.

Dentro do esporte, eu vivenciei, durante muitos anos, um grande exemplo de gestão de tempo e produtividade. Com certeza, o ambiente de alta performance e a organização do esporte fazem com que você esteja inserido num ambiente no qual a rotina e a disciplina imperam. Com isso, existem hora e momento para tudo. Sem desculpas.

Horário para descanso, treino, alimentação. Além disso, treino planejado pelo treinador, parte física e tudo o que envolve esse ciclo, em si. Ou seja, tudo organizado e esperando a execução.

Claro que com ajustes, mudanças e tudo o que precisa ser feito para se chegar ao resultado. Foco no resultado. Ou seja, essas palavras mostram o caminho e a gestão de tempo garante o processo.

Um atleta faz o que deveria fazer em movimento contínuo, aperfeiçoando sua máquina, todo santo dia. Para quem já viu o triângulo da loucura, sabe do que estou falando. Atletas desenvolvem a arte do controle, têm foco na preparação e são fazedores. O coach é peça fundamental nesse processo e ajuda na gestão de tempo do atleta. Quanto mais organizado e louco for o treinador, melhores são os resultados.

Com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo bem-feito!

Pitágoras

Importância da concentração na gestão de tempo

A concentração garante a qualidade do que está sendo feito. Independentemente se você é atleta, empreendedor, profissional liberal ou colaborador, a concentração vai te ajudar a manter o foco e ter uma melhora na gestão de tempo. Algumas coisas podem ajudar nesse item.

Para ter uma melhor concentração, é sempre importante controlar a ansiedade. Existem estudos, inclusive da Universidade de Michigan, onde fiz Economia, que concluíram que ambientes naturais têm um alto poder de redução de fadiga. Ou seja, dê aquela passadinha no parque, na rua, respire um ar e volte ao trabalho.

“Ah, mas não tenho parque próximo”, você pode dizer. Sem problema! As pausas criativas podem ser uma descida no térreo ou até mesmo um café no momento adequado. Ou seja, coloque isso na sua rotina.

A atividade física também melhora a concentração. Ou seja, pratique atividade física, não perca tempo. Melhora o rendimento cognitivo, soltando hormônios que ajudam na performance. Portanto, faz um bem danado! Sempre repito isso, pois acredito que, só com esse item, você já começa a direcionar a máquina para a alta performance.

Três dicas que vale a pena reforçar

1 – Tenha clareza no que quer fazer
Tenha um plano, por mais simples que seja. Do dia, da semana… Esse plano tem de estar relacionado ao seu objetivo e as suas expectativas. Você não executa um projeto, executa ações que se transformam em projetos.

2- Foco, foco, foco.
Distraia-se menos, coloque as coisas no papel e se concentre. Identifique o que tira a sua atenção. Uma boa dica pra isso seria: desligue o celular, execute o que está na sua agenda. Portanto, tenha controle das coisas e do tempo. Com isso, vai diminuir a ansiedade e o estresse. ⠀

3- Organização das ações ajuda a concretizar as realizações
Além disso, se defenda de qualquer coisa que possa te atrapalhar. A tecnologia está aí para isso. Para ajudar, não atrapalhar. Pare de fazer coisas que não levam a lugar nenhum e comece a usar ferramentas que ajudam na sua organização e concentração. Toda vez em que você esvazia a mente das coisas que tem de fazer, escreva em algum lugar, deixe lá e retorne para elas nos momentos adequados, para poder organizar e executar.

“Não pense por muito tempo. Faça. Mas não faça por muito tempo. Pense.”

Confúcio

Gestão de tempo: pensar e agir!

Já passou por momentos nos quais ficou pensando demais, sem fazer nada?Ou, talvez, fazendo um monte de coisas, sem pensar no que está fazendo?
Eu entendo esse problema, pois já passei muitas vezes por isso. Ou seja, não tinha noção do que fazer.

Durante um treino ou uma reunião, deixar qualquer pensamento me levar para outro lugar. Além de frustrar, isso nos deixa em um estado de ansiedade, pois não focamos no que precisa ser feito. Essa frase de Confúcio dá uma bela dica para refletirmos em relação ao uso do tempo. Precisamos pensar e agir, tudo no devido tempo.

Dentro do esporte, quando somos colocados dentro de uma piscina, uma quadra ou um campo, às vezes, é muito fácil não pensar. É só fazer. Ficar somente no mecânico. E a técnica, a respiração, os detalhes?

Portanto, o grande craque é aquele que, depois de entrar em movimento, consegue aperfeiçoar a máquina nos mínimos detalhes. Isso funciona para qualquer coisa na vida pessoal ou profissional.

Planeje bem o que precisa executar. Ou seja, tenha metas claras e, depois, vá para a execução com eficiência.

Prepara… Vai!

  • Copyright © 2019

  •    •